Novilíngua, eufemismos e … testosterona

Novilíngua, eufemismos e … testosterona

por Percival Puggina – O famigerado “politicamente correto” parece nascido nas páginas de 1984, o profético livro de George Orwell Leia mais »

Verdes apanicados pela abertura de institutos e arquivos sobre o clima

Verdes apanicados pela abertura de institutos e arquivos sobre o clima

por Lui Dufaur – Se as instituições científicas até agora instrumentalizadas por militantes ambientalistas passam a fornecer dados certos, as Leia mais »

Concorrência força melhoria da qualidade do serviço de Táxi em Florianópolis

Concorrência força melhoria da qualidade do serviço de Táxi em Florianópolis

por Paulo Simões –  A chega dos aplicativos de transporte particular de passageiros em Florianópolis está forçando a preocupação com a qualificação Leia mais »

Proibida a pesca de 475 espécies de peixes e invertebrados

Proibida a pesca de 475 espécies de peixes e invertebrados

por Paulo Simões – A decisão que proíbe a captura, transporte, armazenamento, guarda e comercialização de 475 espécies de peixes e invertebrados Leia mais »

CDL DECLARA APOIO ÀS MEDIDAS LEGAIS ADOTADAS PELA PREFEITURA DE FLORIPA

CDL DECLARA APOIO ÀS MEDIDAS LEGAIS ADOTADAS PELA PREFEITURA DE FLORIPA

por Paulo Simões –  Em função do atual cenário político enfrentado pela nova administração pública municipal, a CDL de Florianópolis Leia mais »

Anac autoriza Fatma a utilizar drones

Anac autoriza Fatma a utilizar drones

por Claudia De Conto e Anne Caroline Anderson – A Fundação do Meio Ambiente (Fatma) recebeu no início do mês a autorização Leia mais »

 

Pinguins reabilitados voltam à natureza

Após um tratamento de 45 dias no Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas) no Parque do Rio Vermelho, dezesseis pinguins foram soltos na praia do Moçambique, em Florianópolis. O trabalho de reabilitação é feito pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma) em parceria com a ONG R3 Animal e a Polícia Militar Ambiental.

Com a chegada do inverno no Hemisfério Sul, os pinguins partem em busca de alimento e chegam ao litoral catarinense fracos e debilitados. Muitos chegam doentes. No Cetas eles são tratados e recebem um chip que armazena todas as informações sobre o tratamento recebido. Além dos pinguins soltos na segunda-feira, 10 de outubro, na Praia do Moçambique, dez ainda permanecem em tratamento e reabilitação no Cetas, que atende cerca de 50 pinguins por ano.

O que fazer ao encontrar um pinguim

Ao encontrar um pinguim debilitado, a orientação é aquecê-lo. Nunca colocá-lo em lugares frios pois, ao chegarem em nossas praias, eles estão doentes, magros e sem a camada de gordura que é a proteção natural contra as baixas temperaturas. A recomendação é usar uma toalha para colocar o animal dentro de uma caixa de papelão e imediatamente acionar a Polícia Militar Ambiental pelo (48) 3665-4487, para que eles sejam encaminhados ao Centro para o tratamento adequado.

Centro de tratamento e educação ambiental

Foto: Paulo Simões

Foto: Paulo Simões

O Centro de Triagem do Parque do Rio Vermelho recebe cerca de 2,5 mil animais silvestres por ano vítimas de tráfico ou maus-tratos. Além de abrigar e tratar os animais, o local disponibiliza uma trilha ecológica usada para educação ambiental. “Os visitantes aprendem que o animal silvestre não é brinquedo e que é nocivo retirá-lo do habitat natural. Todo o trabalho executado no local é um exemplo de responsabilidade com o meio ambiente e uma forma de ensinar respeito a todas as espécies”, afirma o presidente da Fatma, Alexandre Waltrick. No caso dos pinguins, como o objetivo é tratá-los e devolvê-los à natureza, eles não ficam expostos ao público.

 

Foto principal: Anne Caroline Anderson/Fatma