PROPOSTA ACABA COM O IMPOSTO SINDICAL OBRIGATÓRIO

PROPOSTA ACABA COM O IMPOSTO SINDICAL OBRIGATÓRIO

Proposta do deputado catarinense Rogério Peninha Mendonça (PMDB) de inclusão do fim da contribuição sindical obrigatória, tanto a patronal como a dos Leia mais »

PREFEITURA FISCALIZA OBRAS IRREGULARES NO SUL DA ILHA

PREFEITURA FISCALIZA OBRAS IRREGULARES NO SUL DA ILHA

Mutirão de fiscalização teve como alvo obras irregulares no Sul da Ilha de Santa Catarina. A finalidade é coibir construções ilegais em Leia mais »

TENTATIVA DE GOLPE CONTRA PENSIONISTAS DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO

TENTATIVA DE GOLPE CONTRA PENSIONISTAS DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO

Pensionistas têm recebido ligações telefônicas informando sobre quantia em dinheiro disponível para resgate. O interlocutor, que se diz servidor do Leia mais »

Governo do Estado anuncia investimento de R$ 350 milhões em obras de saneamento na Capital

Governo do Estado anuncia investimento de R$ 350 milhões em obras de saneamento na Capital

O Governo do Estado, por meio da Casan, anunciou nesta quarta-feira, 08 de março, um investimentos de mais de R$ 350 milhões Leia mais »

Comer a barata no pão, ou na farinha? Rumo ao pesadelo da alimentação ecológica tribal

Comer a barata no pão, ou na farinha? Rumo ao pesadelo da alimentação ecológica tribal

por Luis Dufaur – Pesquisadoras estudantes da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) acertaram o passo com o bafo das Leia mais »

Florianópolis recebe Clínica Internacional de Ginástica Rítmica

Florianópolis recebe Clínica Internacional de Ginástica Rítmica

por Débora Ferreira (Apoio Comunicação) –  Grandes nomes do esporte, como a ginasta búlgara Sara Staykova, estarão na Capital de Leia mais »

 

Forças desafiadoras

por Dilvo Tirloni – 

O SOCIALISMO CAIU EM 1989 AQUI NA UFSC CONTINUA PRESENTE
É lamentável que forças do atraso encaminhem moratória da cidade defendam ideias atrasadas.

Amigos e amigas de Floripa,

“IGUALDADE PARA OS POBRES O RICO NÃO VAI TER PAZ”

Chega a ser patético, ir a uma reunião do Plano Diretor (PD) e ouvir a frase em destaque. Isto aconteceu recentemente na UFSC, quando o IPUF convocou uma reunião para tratar dos ajustes do PD. Aos gritos dominaram a reunião nenhum liberal ousaria levantar propostas. A direção dos trabalhos tudo ouviu e recepcionava esta guerrilha populista.

Como todos sabem a UFSC é um reduto de meia dúzia de bolivarianos que vem sistematicamente, prejudicando a cidade. As forças do atraso obrigaram os titubeantes gestores do IPUF a levar as reuniões para o seu reduto preferido, e lá, montaram as estratégias para levar a cidade à lona. Observo o imenso trabalho da sociedade para arrancar da UFSC aqueles metros necessários para o alargamento da rua Edu Vieira. São essas mesmas forças que cancelaram o Alvara de construção da Ponta do Coral e tantos outros empreendimentos que levaram Floripa a conquistar um mínimo de respeitabilidade turística pelo mundo.

O que estão fazendo com o PD é algo insuportável, estão decidindo ações e rumos incompatíveis com a grandeza da cidade. São filosofias exóticas, não deram certo em lugar algum. No futuro haverá necessidade de uma revisão geral, diria, abandonar o atual texto e formular um novo com pessoal preparado tecnicamente.

Nesta mesma reunião os “atrasados” não queriam mais edifícios com garagens, construção máxima de 4 andares no centro, 2 pelo interior da Ilha, fazer desaparecer os automóveis, pois a cidade esta sendo construída para os ricos e não para os pobres.

Estes idiotas da objetividade acham que a cidade vai parar, não enxergam que em menos de 20 anos seremos mais de 800 mil, que precisamos gerar 250 novos empregos. Quem seriam os professores dessa gente, o que pensam seus mestres?

A maioria silenciosa entre elas as classes formadoras do PIB estão silentes. As forças do atraso estavam representadas pelo menos com 3 vereadores que articularam , organizaram e criaram todas essas dificuldades. Na frente das câmaras de TV todos falam em defender os interesses da cidade mas é tudo falso. Destroem os empregos, a renda e os impostos.

É preciso dar um basta nisso tudo. Queremos uma cidade com desenvolvimento econômico e social, com mais emprego, mais humana e fraterna. Chega de ações mentirosas e prejudiciais à cidade.

                                                                                               
www.blogdotirloni.com.br

Facebook/Dilvo Tirloni