Novilíngua, eufemismos e … testosterona

Novilíngua, eufemismos e … testosterona

por Percival Puggina – O famigerado “politicamente correto” parece nascido nas páginas de 1984, o profético livro de George Orwell Leia mais »

Verdes apanicados pela abertura de institutos e arquivos sobre o clima

Verdes apanicados pela abertura de institutos e arquivos sobre o clima

por Lui Dufaur – Se as instituições científicas até agora instrumentalizadas por militantes ambientalistas passam a fornecer dados certos, as Leia mais »

Concorrência força melhoria da qualidade do serviço de Táxi em Florianópolis

Concorrência força melhoria da qualidade do serviço de Táxi em Florianópolis

por Paulo Simões –  A chega dos aplicativos de transporte particular de passageiros em Florianópolis está forçando a preocupação com a qualificação Leia mais »

Proibida a pesca de 475 espécies de peixes e invertebrados

Proibida a pesca de 475 espécies de peixes e invertebrados

por Paulo Simões – A decisão que proíbe a captura, transporte, armazenamento, guarda e comercialização de 475 espécies de peixes e invertebrados Leia mais »

CDL DECLARA APOIO ÀS MEDIDAS LEGAIS ADOTADAS PELA PREFEITURA DE FLORIPA

CDL DECLARA APOIO ÀS MEDIDAS LEGAIS ADOTADAS PELA PREFEITURA DE FLORIPA

por Paulo Simões –  Em função do atual cenário político enfrentado pela nova administração pública municipal, a CDL de Florianópolis Leia mais »

Anac autoriza Fatma a utilizar drones

Anac autoriza Fatma a utilizar drones

por Claudia De Conto e Anne Caroline Anderson – A Fundação do Meio Ambiente (Fatma) recebeu no início do mês a autorização Leia mais »

 

FIESC defende fingers no curto prazo e questiona limitações no projeto do Hercílio Luz

Em ofício enviado ao Ministério dos Transportes, entidade lembra do atraso das obras e ressalta que pista não prevê aeronaves maiores, apesar do investimento de R$ 960,7 milhões

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) enviou ofício ao ministro dos Transportes, Mauricio Quintella Lessa, defendendo a instalação imediata de fingers no aeroporto Hercílio Luz para melhorar as condições de embarque dos passageiros, especialmente em dias de chuva. A instituição também questionou limitações do projeto para o complexo de obras de ampliação do aeroporto, previsto no pacote de concessões do governo.

O novo terminal de passageiros era para ser entregue em 2008. Recentemente, a Secretaria de Aviação Civil informou que o novo prazo de entrega das obras é o segundo semestre de 2019. A instalação de fingers, equipamentos que ligam as salas de embarque aos aviões, seria uma medida paliativa até o término das obras de ampliação. Quando a nova estrutura estiver em operação, os fingers poderão atender voos charter que serão recebidos no atual terminal.

Quanto às obras de ampliação, a FIESC destaca que o projeto, apresentado no dia 16 de setembro, pela Secretaria de Aviação Civil, em reunião da Câmara de Transporte e Logística da FIESC, considerada operações com avião tipo 737 800 que já operam em Florianópolis. Contudo, há demanda apresentada por operadores do trade turístico de linhas diretas da Europa e Estados Unidos. O novo projeto prevê investimentos de R$ 960,7 milhões, mas não considera o potencial existente para operações de longo curso. “Sobre este aspecto cabe salientar que também não consta no projeto nenhum investimento ou ação relacionado com a manutenção da integridade das áreas adjacentes. Esse aspecto poderá se transformar em obstáculo considerável para a ampliação das operações do aeroporto”, alerta o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, que assina o documento.

A FIESC solicita ainda que seja considerada a sugestão apresentada por especialistas presentes na reunião para priorizar as obras da “taxiway” (área de manobra), o que resultaria em ganhos de operação no curto prazo. Também chama a atenção para a não-inclusão da exploração do terminal de cargas aéreas. No ofício, a Federação salienta que desde a década de 1990 a Infraero solicita o apoio da entidade para a expansão do Terminal de Logística de Carga (Teca), o que resultou em ações conjuntas. A grande Florianópolis abriga indústrias de alta tecnologia que demandam o transporte aéreo. O projeto original de ampliação do aeroporto previa a utilização do terminal atual para operações de carga em função da demanda apresentada.

“As preocupações aqui apresentadas têm o objetivo de contribuir para que a concessão, em andamento, resulte em reais benefícios para os usuários, e que os investimentos previstos estejam em concordância com as demandas da movimentação aeroportuária catarinense no curto, médio e longo prazos”, afirma Côrte.

Junto com o ofício, foi encaminhado ao ministro o vídeo produzido pela TV Indústria SC, da FIESC, mostrando a situação enfrentada pelos passageiros do terminal, em dia de chuva.

                                                                                                          
Fonte: Assessoria de Imprensa da FIESC