MORRE, EM PORTO ALEGRE, O ESCRITOR JOÃO GILBERTO NOLL

MORRE, EM PORTO ALEGRE, O ESCRITOR JOÃO GILBERTO NOLL

Esta é uma semana de tristeza para os amantes das letras por causa da morte do premiado escritor gaúcho João Leia mais »

MINISTRO DO TURISMO VISITA FLORIANÓPOLIS

MINISTRO DO TURISMO VISITA FLORIANÓPOLIS

A convite do prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, o ministro do Turismo, Marx Beltrão, desembarca na capital catarinense na manhã Leia mais »

PROPOSTA ACABA COM O IMPOSTO SINDICAL OBRIGATÓRIO

PROPOSTA ACABA COM O IMPOSTO SINDICAL OBRIGATÓRIO

Proposta do deputado catarinense Rogério Peninha Mendonça (PMDB) de inclusão do fim da contribuição sindical obrigatória, tanto a patronal como a dos Leia mais »

PREFEITURA FISCALIZA OBRAS IRREGULARES NO SUL DA ILHA

PREFEITURA FISCALIZA OBRAS IRREGULARES NO SUL DA ILHA

Mutirão de fiscalização teve como alvo obras irregulares no Sul da Ilha de Santa Catarina. A finalidade é coibir construções ilegais em Leia mais »

TENTATIVA DE GOLPE CONTRA PENSIONISTAS DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO

TENTATIVA DE GOLPE CONTRA PENSIONISTAS DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO

Pensionistas têm recebido ligações telefônicas informando sobre quantia em dinheiro disponível para resgate. O interlocutor, que se diz servidor do Leia mais »

Governo do Estado anuncia investimento de R$ 350 milhões em obras de saneamento na Capital

Governo do Estado anuncia investimento de R$ 350 milhões em obras de saneamento na Capital

O Governo do Estado, por meio da Casan, anunciou nesta quarta-feira, 08 de março, um investimentos de mais de R$ 350 milhões Leia mais »

 

FIESC defende fingers no curto prazo e questiona limitações no projeto do Hercílio Luz

Em ofício enviado ao Ministério dos Transportes, entidade lembra do atraso das obras e ressalta que pista não prevê aeronaves maiores, apesar do investimento de R$ 960,7 milhões

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) enviou ofício ao ministro dos Transportes, Mauricio Quintella Lessa, defendendo a instalação imediata de fingers no aeroporto Hercílio Luz para melhorar as condições de embarque dos passageiros, especialmente em dias de chuva. A instituição também questionou limitações do projeto para o complexo de obras de ampliação do aeroporto, previsto no pacote de concessões do governo.

O novo terminal de passageiros era para ser entregue em 2008. Recentemente, a Secretaria de Aviação Civil informou que o novo prazo de entrega das obras é o segundo semestre de 2019. A instalação de fingers, equipamentos que ligam as salas de embarque aos aviões, seria uma medida paliativa até o término das obras de ampliação. Quando a nova estrutura estiver em operação, os fingers poderão atender voos charter que serão recebidos no atual terminal.

Quanto às obras de ampliação, a FIESC destaca que o projeto, apresentado no dia 16 de setembro, pela Secretaria de Aviação Civil, em reunião da Câmara de Transporte e Logística da FIESC, considerada operações com avião tipo 737 800 que já operam em Florianópolis. Contudo, há demanda apresentada por operadores do trade turístico de linhas diretas da Europa e Estados Unidos. O novo projeto prevê investimentos de R$ 960,7 milhões, mas não considera o potencial existente para operações de longo curso. “Sobre este aspecto cabe salientar que também não consta no projeto nenhum investimento ou ação relacionado com a manutenção da integridade das áreas adjacentes. Esse aspecto poderá se transformar em obstáculo considerável para a ampliação das operações do aeroporto”, alerta o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, que assina o documento.

A FIESC solicita ainda que seja considerada a sugestão apresentada por especialistas presentes na reunião para priorizar as obras da “taxiway” (área de manobra), o que resultaria em ganhos de operação no curto prazo. Também chama a atenção para a não-inclusão da exploração do terminal de cargas aéreas. No ofício, a Federação salienta que desde a década de 1990 a Infraero solicita o apoio da entidade para a expansão do Terminal de Logística de Carga (Teca), o que resultou em ações conjuntas. A grande Florianópolis abriga indústrias de alta tecnologia que demandam o transporte aéreo. O projeto original de ampliação do aeroporto previa a utilização do terminal atual para operações de carga em função da demanda apresentada.

“As preocupações aqui apresentadas têm o objetivo de contribuir para que a concessão, em andamento, resulte em reais benefícios para os usuários, e que os investimentos previstos estejam em concordância com as demandas da movimentação aeroportuária catarinense no curto, médio e longo prazos”, afirma Côrte.

Junto com o ofício, foi encaminhado ao ministro o vídeo produzido pela TV Indústria SC, da FIESC, mostrando a situação enfrentada pelos passageiros do terminal, em dia de chuva.

                                                                                                          
Fonte: Assessoria de Imprensa da FIESC