Restauração da Ponte Hercílio Luz entra na fase final

Restauração da Ponte Hercílio Luz entra na fase final

As barras de olhal, fundamentais na restauração da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, chegaram no canteiro de obras da empresa Leia mais »

Verdes sem argumentos: o Brasil está alimentando mais de um bilhão de pessoas!

Verdes sem argumentos: o Brasil está alimentando mais de um bilhão de pessoas!

 – por Luiz Dufaur* –  A produção de grãos do Brasil é superior a uma tonelada por habitante (dados finais Leia mais »

Autorizada construção de empreendimento imobiliário em Governador Celso Ramos

Autorizada construção de empreendimento imobiliário em Governador Celso Ramos

do site do Supremo Tribunal Federal da 4ª Região, 8 de junho de 2017 – O Tribunal Regional Federal da Leia mais »

EUA desiste de acordo “mãe da natureza” assinado em Paris

EUA desiste de acordo “mãe da natureza” assinado em Paris

por Luis Dufaur –  As quimeras se complicam na hora de tomar contato com a realidade. É o caso do Leia mais »

As regras do cartão de crédito

As regras do cartão de crédito

por Daniel Teske Corrêa O equilíbrio financeiro é fruto de um exercício constante de planejamento e disciplina. Evitar dívidas requer Leia mais »

A estratégia da hipocrisia

A estratégia da hipocrisia

Quatro socialistas nos funerais do socialismo Nelson Ribeiro Fragelli* No artigo A mudança que desorientou a esquerda, publicado no “Corriere Leia mais »

 

Fala Sério! – coluna de Edgar Ferretti

A MARMITA ESTÁ DE VOLTA

A quentinha era predominante nos almoços da construção civil. Lembram disso ? Pois hoje ela é responsável por 40% das refeições dos restaurantes mais populares ( o que não é sinônimo de baratos). Um buffê livre está na casa dos 25 reais. A quilo, sobe pra 40,00. E proliferam os serviços de marmita com tele entrega, a partir de 13 reais a porção, que inclui arroz, feijão, uma carne e salada verde. E com uma massa eventual. Já provei e não decepcionam. Chama-se a isso ” cair na real”.

Montar um restaurante é um desafio e tanto, hoje em dia. O maior custo está justamento no diferencial positivo: uma equipe boa. Penso que a terceirização tem alguns aspectos positivos, nesse sentido. Desonera o pequeno empresário em coisas cruéis para a sua sobrevivência. A demissibilidade é uma delas. Você liga pra empresa de terceirização e renova a permanência daquele esforçado garçon, cozinheiro, saladeira, etc. Ou pede pra trocar. É injusto ?

Quem quer discutir isso comigo, tá convidado.

Não se pode olhar pra isso apenas sob o olhar do compromisso social. A vida é muito competitiva.
Vejo negócios limitados ao almoço, nessa área, e penso na locação cara que o ponto comercial representa. E sinto que relutam em esticar seu expediente pelos custos com funcionários. E, de fato, os limites modernos de carga horária merecem respeito.

Assunto inesgotável.

MUÇULMANAS TIRAM SUAS BURCAS PRA TRANSAR ?

Isso é só o início de um longo questionário implicante.

Tomam banho peladas ? Admiram-se nuas no espelho ?Exibem-se para seus namorados ? Vão a ginecologista ? Menstruam ? Usam Modess, OB ? Fazem cocô e xixi ?

Estamos nos preparando lentamente para recebê-las.

O Brasil não vai escapar dessa invasão muçulmana e a gente tem que aceitar.

ANTIGAMENTE, A VELHICE ERA DISTANTE

Essa inexorabilidade do tempo me atrapalha. Tanto quanto a palavra, Eu sempre acordo um dia mais velho, pô ! Cansei de disfarçar e me apresento assim, grisalho, cansado, com preguiça e demais direitos adquiridos. Me aguentem. Serei meio rabugento às vezes, mas vocês perdoarão. Contarei as mesmas histórias e as mesmas piadas. Faz parte. Verei meus netos crescendo e me fazendo feliz. Principalmente por poder esperar seus nascimentos, crescimento… Que se dão ao contrário de nossas expectativas de declínio. E, então, preciso me render de novo a essa insuportável palavra: inexorável.

NA MERDA EM QUE SE ENCONTRA, O RIO GRANDE DO SUL CONCEDE UMA HONRA A JEAN WILLIS

A Medalha do Mérito Farroupilha que será concedida ao líder da bancada Gay da Câmara dos Deputados é uma ofensa moral aos gaúchos.

Heróis nacionais, como Ulysses Guimarães, não foram homenageados com essa perene consagração, seletivamente conferida pelos representantes máximos da sociedade gaúcha.

Espero que ele não cuspa em ninguém. E também espero que não me considerem homofóbico.

Pra que serve, mesmo, um deputado estadual ?

Quem votou na Manuela ?

Que país é este ?

Socorro !

UM APELO DIRETO A CLEITON SALVARO

Prezado deputado.

Sou apenas um operário da tua obra não concluída. Tenho respeito por você. Apelo que me inclua num roll humilde.

Dos necessitados que não pertencem à gama de investidores de sua campanha. Eu participei com minha presença durante 63 dias, criando peças gráficas pontuais, jogando você nas redes sociais, propondo mais do que me pediam. Olho no olho, deputado, me pegue no colo, me aceite como um caso diferente dos milhares que cobram de você. Eu sou apenas uma migalha. Peço clemência.

 

Deixe aqui seu comentário. Ele é muito importante!